Onde a poesia tem cheiro de café...

terça-feira, 1 de julho de 2014

Com 0 Comentario
Um maltrapilho (re) vestido de amor torna-se um rei.

Obrigado por doar-me tuas vestes minha rainha.

Adriano Alves

+1

0 comentários :

Postar um comentário

Postagens populares