Onde a poesia tem cheiro de café...

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Nos Acordes da Paixão

Com 0 Comentario
Ela suspirava em (Fá)-falsete.
Seu sorriso era um "Sol" que (en) cantava qualquer cravo,
Chegava a dá Dó de quem não conseguia ouvir tal sonido.
Ah... "Si" ela se apaixonasse por "Mi"
Eu daria "Ré" no meu destino para encontrar com ela "Lá"... 
 
Nos acordes da paixão.


Adriano Alves

+1

0 comentários :

Postar um comentário

Postagens populares