Onde a poesia tem cheiro de café...

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Sábado de Aleluia?

Com 0 Comentario
Sexta-feira foi o dia da morte de Deus. Jesus é morto, o ser humano MATOU DEUS. 

O sábado, por vezes, é o dia das trevas; dia que o mal tem a última palavra.
O sábado fez o bem parar!
Se Ele que, curou leprosos, devolveu a visão a alguns cegos, (re)significou a vida de uma prostituta; se ele que era o filho de Deus - morreu dessa forma. Imagine a gente! 
Por isso, os discípulos se esconderam. Uns se trancaram num quarto. Outros foram para outra cidade.
O sábado é um dia de trevas!
O sábado representa o dia que uma menina, Valentina Maureira de 14 anos, que pesa cerca de, 35 kg - explicitou seu maior desejo: DEIXEM-ME MORRER.
Este foi o grito de uma menina (chilena) que sofre de uma doença hereditária e degenerativa que afeta seus pulmões, fígado e pâncreas. 
É SÁBADO... Dia de pranto, dia de luto, dia que gritos de dor ecoam por toda cidade: “DEIXEM-ME MORRER!”. 
Maria, mãe de Jesus, deve ter gritado no pé da cruz: “Deixem-me... A partida dele me deixou partida, já posso morrer também”. 
O mal, por vezes, vence na sexta feira, o sábado aponta isso!


Adriano Alves

+1

0 comentários :

Postar um comentário

Postagens populares