Onde a poesia tem cheiro de café...

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Passado Incolor

Com 1 Comentario

O caso deles havia sido uma obra de arte inacabada. Eles sempre tiverem o desejo de colorir o que haviam deixado em branco.

Adriano Alves

+1

Um comentário :

  1. “O caso deles havia sido uma obra de arte inacabada.
    Eles sempre tiverem o desejo de colorir o que haviam deixado em branco.”
    A palavra “incolor” é um adjetivo de dois aspectos:
    1. Que não tem cor; descolorido.
    2. Que carece de brilho, de relevo; desbotado, monótono, insípido.
    Tomando estes aspectos como exemplo, a pergunta que se faz, ao ler o título, é: não havia mesmo cor, brilho ou relevo no passado deles? Nada foi feito neste passado?
    O texto sugere que havia ocorrido algo no passado “deles”, posto que “O caso deles havia sido uma obra de arte inacabada.”, ou seja, alguma coisa tinha sido construída. Ora, uma obra de arte inacabada ainda pode receber o nome de “obra de arte”? O texto diz que sim. Qual foi “O caso” deles? Foi não acabar a obra de arte com as cores sugeridas pelo caso deles.
    O passado deles não foi incolor, haja vista eles terem deixado algo em branco e branco não incolor. A razão desta afirmação ocorre porque o texto diz que havia uma obra de arte inacabada. Ora, ninguém faz obra de arte com tinto incolor, uma vez esta não vai além da superfície que a recebe, ou seja, tinto incolor não altera o local onde é aplicada. E o desejo deles era colorir o que havia sido deixado em estado incolor ou branco.
    Quantos casos inacabados cabem em passados incolores sem o branco da boca que recebe o objeto de amor com toda alegria?

    ResponderExcluir

Postagens populares