Onde a poesia tem cheiro de café...

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

O (a)mar

Com 1 Comentario
Eu vi...

O mar incansavelmente vindo beijar os lábios secos da praia.


Adriano Alves.

+1

Um comentário :

  1. Desistir é algo que para a maioria de nós é fácil. Muitos desistem de estudar. Outros tantos desistem da vida. Ainda, outros mais desistem de serem pessoas dignas, íntegras e verdadeiras. Desistir é um caminho, mas será que ele é o mais nobre? Sim, existem coisas que são merecedoras da nossa desistência. Por exemplo, pessoas falsas que vivem como se não houvesse amanhã. Vícios em substâncias que matam a vida que tenta viver em nós, e por vai.
    Porém, o que não merece a nossa desistência? Ora esta resposta é muito subjetiva, mas cabem algumas linhas da vista que vejo desse ponto distante. Acredito que uma amizade verdadeira não seja digna da nossa desistência. Temos que lutar por ela. Acredito que pessoas que sabem que é preciso crescer não sejam dignas de abandono. Temos que fazer que tal crescimento seja possível. Penso que a vida não seja merecedora de desprezo. Sim, existem pessoas que nunca pensaram sobre o que é viver a vida, elas só existem, porém não pensam em viver. Os exemplos são inúmeros, mas não tenho linhas suficientes para tanto.
    O poema diz que o mar é persistente em beijar a terra (PRAIA). Que coisa linda de se olhar. Parece que o poema nos convida a sermos como o mar, flexível e persistente. Notem que a secura é coisa própria da areia (PRAIA). Quando o mar a beija, ela o empurra de volta e não deixa que o frescor que ele traz seja sentido pelo resto da terra. É por isso que o mar não avança mais, os lábios secos da praia faz força ao contrário. Mas o mar não cansa e vem beijar, beijar, beijar, beijar, beijar, beijar...
    E nesta onda, neste vai-e-vem, a praia sempre sai um pouco molhada. Que conotação sexual mais elegante e profunda. Quem ama sabe que o beijo é capaz de iniciar tanta coisa boa!
    E como o poeta, AGORA EU TAMBÉM VI QUE O MAR NÃO CANSA DE BEIJAR OS LÁBIOS SECOS DA PRAIA.
    pergunte para quem (a)mar!

    ResponderExcluir

Postagens populares